Home Uncategorized Genro de Donald Trump reconstrui edifícios bombardeados pela OTAN – RT World...

Genro de Donald Trump reconstrui edifícios bombardeados pela OTAN – RT World News

2
0


Um grupo de investimentos liderado por Jared Kushner assinou um acordo para construir um hotel de US$ 500 milhões na Sérvia

Jared Kushner, genro do ex-presidente dos EUA, Donald Trump, e outro antigo assessor da Casa Branca, assinou um contrato com o governo sérvio para desenvolver um hotel de luxo no local de um complexo militar bombardeado pela NATO em 1999.

Belgrado assinou um contrato de arrendamento de 99 anos na quarta-feira com a Affinity Global Development, uma empresa de investimento Kushner que conta com financiadores como o fundo soberano saudita. Trabalhando em parceria com Richard Grenell, que serviu como diretor interino da inteligência nacional na administração Trump, Kushner planeia transformar o antigo quartel-general do exército jugoslavo, gravemente danificado, num hotel de 500 milhões de dólares.

Grenell, então embaixador na Alemanha, servia como enviado especial aos Balcãs em 2019, quando propôs pela primeira vez aos investidores americanos a reconstrução do complexo militar bombardeado. Kushner, que também está planejando projetos de hotéis de luxo na vizinha Albânia, disse que a remodelação ocorrerá “Elevar Belgrado ao principal destino internacional em que se tornou.”

O projecto sérvio também incluirá apartamentos e espaços comerciais, bem como um memorial às pessoas mortas durante a campanha de bombardeamento da NATO. O acordo prevê a reconstrução de uma área de três quarteirões e a partilha dos lucros com o governo sérvio. O governo manterá a propriedade do local e cancelará o arrendamento se o empreendimento não for concluído no prazo.

Políticos do partido da oposição lideraram um protesto contra o projeto na quinta-feira, segurando cartazes que diziam: “Parem de dar o Quartel-General do Exército como um presente para empresas offshore americanas.” O MP Dragan Junic, que participou do protesto, disse aos repórteres: “Alguém está tentando limpar a bagunça que fez, e não são eles que deveriam fazer nada neste lugar.”

Uma autoridade sérvia defendeu o acordo Kushner-Grenell na quarta-feira, dizendo em comunicado: “O Governo da Sérvia selecionou uma prestigiada empresa americana como parceira neste projeto, que investirá na revitalização do antigo complexo da Secretaria Federal de Defesa Nacional.”

Os fundos de investimento de Kushner são financiados principalmente por financiadores estrangeiros, incluindo investidores em Israel, Alemanha e Emirados Árabes Unidos. Os críticos sugeriram que projectos como o hotel sérvio criam um potencial conflito de interesses porque se Trump ganhar novamente a presidência, as suas decisões de política externa poderão promover os interesses financeiros dos membros da sua família.

Os democratas no Congresso apelaram a uma investigação sobre os projectos estrangeiros de Kushner em Março, depois de o The New York Times ter publicado um relatório sobre os seus planos de desenvolvimento nos Balcãs. “Jared Kushner busca novos acordos de comércio exterior enquanto Donald Trump se torna o presumível candidato presidencial republicano.” Os representantes Jamie Raskin (D-Maryland) e Robert Garcia (D-Califórnia) disseram em comunicado divulgado em março.

Kushner argumentou que, como cidadão, é livre para buscar oportunidades de negócios no exterior, incluindo aquelas que envolvem governos estrangeiros.

Em 1999, a OTAN interveio no conflito entre o governo sérvio e os separatistas albaneses no Kosovo. Aviões ocidentais bombardearam alvos na Sérvia e Montenegro durante 78 dias, forçando Belgrado a retirar a sua polícia e o seu exército do Kosovo. As forças de manutenção da paz lideradas pela OTAN foram posteriormente destacadas na província.

As autoridades albanesas apoiadas pelo Ocidente declararam a independência do Kosovo em 2008. A Sérvia e vários países, incluindo a Rússia e a China, ainda consideram o Kosovo como território sérvio.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:



Link da fonte

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here